Avaliando fornecedores – Gestão de Fornecedores.

Diversas são as maneiras de se avaliar um fornecedor antes de uma escolha. Dentre as ações mais comuns, está o uso de um questionário que deve ser preenchido conforme os pontos considerados mais importantes pela empresa.

Cada empresa pode utilizar os critérios considerados mais importantes para suas estratégias. No entanto, os pontos mais comuns que costumam ser avaliados são:

Critérios gerais:

  • Qualidade na prestação do serviço
  • Agilidade de entrega
  • Disponibilidade de produto
  • Flexibilidade para mudanças em pedidos em termos de especificação, prazo de entrega e quantidade.
  • Preço justo e de acordo com o mercado

Critérios específicos:

  • Experiência do fornecedor em seu ramo de atuação
  • Respeito por normas de segurança, meio-ambiente e saúde
  • Sigilo de informações;
  • Tecnologias adequadas
  • Localização do fornecedor.

Com base nas informações acima, cabe a cada empresa estipular o peso de cada critério em suas avaliações. Após este procedimento, recomenda-se criar um questionário para avaliar os critérios em cada um de seus fornecedores e assim descobrir quais são os mais adequados para atender a sua empresa.

Avaliação periódica

De tempos em tempos, deve ser realizada uma reavaliação do fornecedor para verificar que ele ainda está apto a continuar fornecendo seus produtos/serviços para sua empresa.

Para essas reavaliações, recomenda-se observar a conformidade dos produtos entregues, os prazos e até mesmo a agilidade quanto à troca de produtos em garantia. Fornecedores que descumprem os acordos, passam a perdem pontos e assim podem ser cancelados de sua lista de cadastros.

Ter uma gestão eficiente com fornecedores pode trazer parcerias que irão possibilitar alcançar o sucesso sustentado por meio de custos e prazos menores, melhor qualidade nos produtos/serviços e consequentemente a satisfação do cliente final. Além disso, todo processo de avaliação, possibilita também controlar os impactos negativos que a escolha incorreta de um fornecedor pode trazer para o seu negócio.

Mas vale ressaltar que é fundamental avaliar constantemente os seus fornecedores, afim de garantir o atendimento das necessidades de sua empresa e assim alcançar resultados cada vez mais positivos nos negócios.

Nós da Alvorada somos especializados em manutenção de maquinários e equipamentos do setor industrial abrangendo subsetores alimentício, ferramentaria, automobilístico. Visite nosso website para saber mais sobre como nossas soluções podem te ajudar.

4 benefícios em terceirizar manutenção na sua empresa.

1 – Suporte especializado

Pessoas especializadas em máquinas industriais podem analisar as tarefas executadas por cada máquina e recomendar melhorias como:

  • Estratégias para redução do ciclo de execução da tarefa;
  • Utilizar ferramentas apropriadas para cada máquina;
  • Utilizar estruturas de fixação que não reduzam a performance da máquina.

Além disso, um especialista também pode configurar e colocar as máquinas de prontidão mais rápido e com menos chances de erro.

2 – Treinamentos

Conhecimento é fundamental para garantir o funcionamento eficiente das máquinas de uma planta industrial. Garantir que o pessoal de manutenção seja treinado nas técnicas e práticas mais atuais de manutenção é um fator crítico para o funcionamento adequado da fábrica.

Terceirizando serviços de manutenção, os treinamentos podem ser feitos de forma individualizada e de forma on-line para reduzir custos.

3 – Suporte de serviços

Quando uma máquina para, imediatamente ela deixa de produzir valor e passa a gerar despesas para a fábrica. É fundamental fazer com que esse tempo de inatividade seja o menor possível.

Empresas especializadas em manutenção podem ter times dedicados na fábrica para diagnosticar o problema. Mas há casos em que manter um time local é muito caro. Assim, existe também a opção de ter equipes remotas que prestam assistência via chamadas de vídeo e voz para resolver o problema de forma rápida. Sempre que uma máquina fica fora de serviço, a equipe de prontidão está a postos para diagnosticar e colocar o equipamento de volta em funcionamento.

4 – Manutenção preventiva

Terceirizar a manutenção é ter uma empresa parceira com experiência em diferentes tipos de máquinas. Essa empresa conhecerá de antemão os problemas mais comuns. Isso possibilita que as peças sobressalentes corretas sejam compradas com antecedência e também garante que o cronograma de manutenção seja realmente condizente com as máquinas.

 Extra: Reposição de peças e componentes

Para fábricas que operam com um volume muito grande de máquinas e equipamentos, como o setor alimentício por exemplo, a empresa terceirizada pode ficar responsável por todo o inventário de peças de reposição. Muitas vezes essas empresas possuem acordos com fornecedores de peças e conseguem reduzir o tempo de turn-around (tempo para completar a reposição de uma peça).

Empresas com pequeno volume de maquinário mas que produzem produtos de alto valor agregado também não podem esperar muito tempo para trocar peças importantes como eixos de motores e caixas de engrenagens. Pois mesmo que poucas máquinas estejam fora de atividade, a perda de produção já é relativamente grande.

Um empresa parceira especializada pode garantir que o tempo de reposição de peças críticas seja o menor possível. Além disso, toda parte de inventário e de estoques de sobressalentes é administrado pela empresa parceira.

Terceirizar a manutenção industrial é um caminho com ótimo custo-benefício para que sua fábrica tire o máximo das máquinas instaladas. Com um parceiro especializado, é mais fácil de garantir a operação das máquinas de forma eficiência e a diminuição dos tempos de parada e de troca de peças.

Para saber como nós da Alvorada Industrial podemos te ajudar visite nosso site ou entre em contato com nosso setor de vendas através do nosso e-mail.

Entenda como o 5S pode melhorar o ambiente da sua indústria.

A metodologia 5S surgiu nas empresas do Japão na década de 1950, durante a reconstrução do país, logo após a Segunda Guerra Mundial. Naquele momento o país tentava se reerguer e as indústrias buscavam colocar no mercado produtos com preço e qualidade capazes de competir com os Estados Unidos e Europa.

5s

Os cinco conceitos básicos e simples, porém fundamentais, deste sistema busca eliminar o desperdício (de tudo o que pode gerar custos extras).

Os benefícios da implantação do 5S

A aplicação dos conceitos do 5S e a sua vivência e prática diárias levam os indivíduos a compreender melhor seus papéis dentro da empresa, tornando-os parte de uma pirâmide em prol dos resultados. O maior benefício é promover a consciência individual de que a disciplina é necessária mesmo quando não há supervisão ou cobranças. A implantação do 5S é uma ferramenta para a mudança cultural na empresa, com resultados palpáveis a curto, médio e longo prazo.

Com o passar do tempo, os processos tornam-se mais organizados e sistematizados, facilitando o fluxo de trabalho, evitando desperdícios e otimizando o tempo empregado nas tarefas. Esta redução de tempo, consequentemente, tem impacto positivo na produtividade, assim como a organização nos processos promove a melhoria na qualidade final.

Entre outros tantos benefícios, podemos destacar:

• Maior segurança no desenvolvimento das atividades;

• Melhoria do ambiente de trabalho;

• Redução de falhas humanas;

• Facilidade em detectar problemas;

• Maior produtividade;

• Redução de despesas e melhor aproveitamento de materiais;

• Melhoria da qualidade de produtos e serviços;

• Redução de acidentes do trabalho;

• Maior satisfação das pessoas com o trabalho.

• Redução do desperdício de tempo na localização de materiais e ferramentas;

Nós da Alvorada somos especializados em manutenção de maquinários e equipamentos do setor industrial abrangendo subsetores alimentício, ferramentaria, automobilístico. Visite nosso website para saber mais sobre como nossas soluções podem te ajudar.

Manutenção Industrial

A manutenção industrial é um conjunto de ações necessárias para manter ou restaurar uma peça, equipamento, máquina ou sistema de forma a estabelecer uma condição operável objetivando a máxima vida útil.

A manutenção é de extrema importância para qualquer empresa, já que seu objetivo é manter a disponibilidade dos equipamentos, gerenciar os recursos e eliminar os defeitos das máquinas para manter o mesmo padrão de qualidade dos produtos.

Existe nas médias e grandes indústrias uma área responsável por todo o planejamento da manutenção industrial, conhecida como PCM.

O PCM, Planejamento e Controle de Manutenção, é a equipe que organiza os processos relacionados à manutenção. Além de verificar os reparos necessários, a equipe também é responsável por classificar as criticidades de todos os equipamentos, analisar e planejar todas as paradas de produção.

 

Classificação de Criticidade dos Equipamentos Industriais

Criticidade A

Os equipamentos e peças com criticidade A são aqueles essenciais para a qualidade e funcionamento das linhas de produção.

Criticidade B

A classificação de peças e equipamentos de criticidade B diz respeito àqueles que podem gerar problemas na produção, porém, não são tão emergenciais como os de 

Criticidade C

Os equipamentos e peças com criticidade C não afetam tão bruscamente a produção a curto prazo, porém, podem gerar muitos problemas ao longo do tempo.

Os tipos de Manutenção Industrial

Existem 5 principais tipos de manutenção industrial:

  1. Manutenção corretiva não planejada – Realizada quando um componente/equipamento falha ou apresenta uma diminuição significativa de desempenho de modo não esperado.
  2. Manutenção corretiva planejada – Realizada de modo planejado logo após a identificação de uma diminuição de desempenho.
  3. Manutenção preventiva – Realizada com o objetivo de prevenir falhas ao adotar uma série de medidas periódicas.
  4. Manutenção preditiva – Realizada rotineiramente com objetivo de inspecionar componentes/equipamentos para identificação de irregularidades que possam vir a dar problema.
  5. Manutenção Detectiva – Realizada com objetivo de detectar falhas ocultas ou não perceptíveis.

 

Qual tipo de manutenção devo adotar em minha empresa?

Segundo o professor Décio Martins Pereira, a manutenção corretiva é um tipo de manutenção incorreta e que deve ser evitada para não resultar em prejuízos econômicos, enquanto manutenção preditiva é o sistema mais completo e correto de se usar na manutenção. Escolher a melhor estratégia de manutenção requer determinar as possibilidades mais viáveis de solução para cada caso e cada equipamento, deve-se considerar recorrer ao serviço especializado de empresas com experiência em manutenção.

Nós da Alvorada Industrial somos especializados na manutenção de peças e equipamentos e desenvolvimento de soluções que reduzem custos para o setor de produção industrial. Para saber mais sobre nossas soluções visite nosso site, ou entre em contato atrás de nosso e-mail.

4 Passos para a Implementação da Indústria 4.0 em sua Fábrica.

A cada dia surgem novas ferramentas analíticas a serem integradas com os dados de produção (Nuvem ou Local) que podem ser acessadas pelo seu smartphone e até mesmo pelo seu smart watch, isto é o que chamamos de revolução tecnológica, ter todos os dados a um clique.

Passo 1: Implementar conectividade através da automação de suas máquinas

A atualização das suas máquinas antigas por máquinas novas que já possuam conectividade é uma das principais soluções para a conectividade, porém sabemos que no mundo real esta atualização vem em conjunto com altos custos de instalação e torna a solução inviável em alta escala.

Passo 2: Conecte Equipamentos, adquira dados e visualize seus processos

Depois de conectar as suas máquinas antigas, é necessário realizar a aquisição de dados da sua linha de produção, e enviá-los a próxima camada de ação, para integra-los com o seu sistema MES ou ERP.

Passo 3: Faça a otimização de sua produção e de seu controle de qualidade

Através do OEE (Overall Equipment Effectiveness), isto é, um indicador utilizado para medir a eficiência de uma linha de produção é possível analisar e entender como está a sua produção atual, nível de perda, parada de máquinas, motivo destas paradas, capacidade produtiva de diferentes turnos e até mesmo o questionamento básico, você sabe realmente o quanto está produzindo?

Essas e tantas outras perguntas são facilmente respondidas com os dados coletados, ajudando você a tomar decisões mais assertivas para fazer a otimização de sua produção e uma melhoria no controle de qualidade das peças produzidas.

Passo 4: Análise do Big Data e Manutenção preditiva

Nesta etapa você já terá acessado muitas informações, algumas com certeza ajudaram a mudar o seu olhar sobre a sua produção e outras talvez fizeram você mudar os seus processos internos.

O software WisePaaS/RMM da Advantech permite o gerenciamento e monitoramento da sua linha de produção através do gerenciamento de alarmes de manutenção dos computadores do seu parque industrial, antecipando-se aos problemas e fazendo com que a manutenção preditiva tome o lugar da manutenção preventiva.